A Bahia é linda! Colorida, mar e céu azul, ritmo dançante, pessoas alegres… Tudo isso faz parte de uma soma onde o resultado é a própria Bahia que recebe seus visitantes de portas abertas.

E nessa mistura de dendê com acarajé, a gente encontra no Museu da Gastronomia Baiana o prato perfeito para conhecer ainda mais as belezas dessa terra de luz. Com uma exposição de longa duração, o espaço dedica-se para a alimentação e suas diversidades, formando um rico acervo de conteúdos da formação da cozinha brasileira.

Essa exposição permanente tem como foco principal a Bahia, na sua variedade de ingredientes, de biomas e de culturas, e traz alguns aspectos orientadores para os nossos patrimônios alimentares que são particularizados pela diversidade de populações e comunidades que vão do Recôncavo ao Sertão.

Pioneiro no Brasil e na América Latina, o Museu da Gastronomia Baiana tem como missão informar, valorizar e divulgar a comida da Bahia nos seus mais variados contextos, e com foco no olhar patrimonial agregado ao olhar gastronômico.

Além disso, o destaque também vai para o prédio que abriga a exposição de longa duração, primeiro espaço que interage com o visitante. Este prédio tem um dos testemunhos arqueológicos mais importantes para a história da cidade do São Salvador, as muralhas de Santa Catarina, uma construção que agrega valor ao Museu da Gastronomia Baiana.

Seminário da Gastronomia Baiana
De 2 a 28 de fevereiro, o Museu abre espaço para o Seminário da Gastronomia Baiana, um projeto pioneiro no Brasil.
Para saber mais informações, escreva um e-mail para: museu.gastronomia@ba.senac.br
Close