O Museu do Café, localizado na cidade de Santos/SP, preparou uma agenda especial para este mês de dezembro, com atrações para todas as idades.

Veja abaixo todas as atividades e programe-se!

CAFÉ COM MÚSICA
Dia 7 /12, às 15h

Para celebrar as festas de fim de ano com muita interatividade, essa versão do projeto permitirá que o público escolha as músicas a serem reproduzidas, a partir de uma pré-seleção que inclui MPB, rock e jazz.

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
7/12 | às 15h

Integrando o programa “Sejam Bem-vindos”, voltado aos públicos espontâneo e familiar, a “Contação de Histórias” aborda contos sobre a história do grão e a cultura em torno dessa bebida, tão presente no cotidiano dos brasileiros.

CURSO DE BARISTA BÁSICO
9 a 11/12, 9h às 16h

Iniciando a “Semana de Formação do Barista”, o módulo básico apresenta, em um período de três dias, as principais informações relacionadas à métodos de preparo, receitas quentes e geladas, manutenção de equipamentos e outros assuntos importantes para começar uma carreira na área.

CURSO LATTE ART
12/12, 9h30 às 16h

A “Latte Art” transforma o café, dando um toque especial à experiência do consumidor. Por isso, saber criar esse tipo de desenho é essencial para os baristas que buscam se destacar no mercado e chamar a atenção dos clientes.

BAGAGEM DO SABER
14/12 | às 10h

Com uma visita mediada especial, o educador potencializa seu diálogo com o público usando uma maleta que guarda objetos do acervo pedagógico.

APRESENTAÇÃO DE BALÉ E CORAL
Dia 14/12, às 15h

Como parte da campanha Sonhar o Mundo, o MC receberá as crianças da ONG “Oficina do Futuro” para um espetáculo gratuito no Salão do Pregão.

VARANDINHA PEDAGÓGICA
22 e 29/12 às 15h

A “Varandinha Pedagógica” retorna para mais duas edições! Nessa ação, as crianças descobrem curiosidades e detalhes sobre profissões exercidas em museus, como arquivista e museólogo.

Contato e Endereço

Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico
CEP: 11010–151 – Santos – SP
Fone: (13) 3213-1750
Horário de funcionamento:
de terça a sábado, das 9h às 17h,
e aos domingos, das 10h às 17h.
E-mail: museudocafe@museudocafe.org.br

Nesta quinta-feira, dia 5, a partir das 19h30, o Museu Regional de São João del-Rei convida para o Recital de Orgão de Tubos, da musicista Elisa Freixo.

O evento acontece em comemoração ao aniversário de 306 anos de São João del-Rei.

Elisa Freixo se dedica a música há alguns anos. Formada pela Faculdade de Música Santa Marcelina, em São Paulo, ela teve a oportunidade de aprimorar os seus estudos em instituições alemãs. A organista também leciona aulas para pessoas com diferentes níveis de conhecimento a respeito do instrumento musical.

Peça do acervo do Museu Regional, o órgão de tubos foi construído no século XVIII, na região do Campo das Vertentes. O modelo possui origem civil em funcionamento que foi confeccionado em território nacional, com técnicas manuais e matérias-primas locais.

Endereço:
R. Mal. Deodoro, 12 – Centro
São João Del Rei – MG
Telefone: (32) 3371-7663

 

Visitar museu já é incrível, e quando o acervo está online a gente fica mais feliz ainda \o/

O Museu Casa de Benjamin Constant lançou o seu site institucional, e também disponibilizou o acervo online. Para quem ainda não teve a oportunidade de visitá-lo, agora poderá ter um “aperitivo”.

Ao todo, são 983 objetos disponíveis para consulta.

Atualmente, o museu conta com aproximadamente 1000 itens de acervo museológico, dentre peças de mobiliário, pinturas, esculturas, objetos pessoais, utensílio domésticos, livros, documentos e fotografias, organizados nas seguintes coleções: Coleção Benjamin Constant, formada por objetos que pertenceram ao patrono do museu; Coleção Famíliaformada por objetos que pertenceram a viúva Maria Joaquina e descendentes de Benjamin Constant; Coleção José Beviláquaformada por objetos pertencentes ao genro de Benjamin Constant; Coleção Pery Bevilaqua, formada por objetos pertencentes ao neto de Benjamin Constant e Coleção Museu formada por peças de época e réplicas doadas para a reconstituição dos ambientes da exposição.

Episódio especial

E para quem quer conhecer melhor tudo o que o museu disponibiliza ao visitar, é só assistir ao episódio especial que gravamos em nossa visita.

Com o objetivo de ressignificar e atualizar a já conhecida parede de sobrenomes, espaço da exposição de longa duração Migrar: experiências, memórias e identidades, o Museu da Imigração lançou a campanha institucional “SobreNomes”.

Em um primeiro momento, a intenção é convidar o público, que não encontrou seus registros no painel da exposição, a compartilhar a grafia e pronúncia em áudio por meio de um contato de WhatsApp.

Mais de 2,5 milhões de pessoas passaram pela antiga Hospedaria de Imigrantes do Brás, que funcionou de 1887 a 1978, e participaram efetivamente do desenvolvimento do estado de São Paulo e do Brasil. Trajetórias, angústias, esperanças, sonhos, desafios e aprendizados de milhares de famílias estão, até hoje, presentes nesse complexo histórico que abriga o museu.

Como uma celebração a essas memórias, 12 mil sobrenomes – que estão entre os mais pesquisados no Acervo Digital – estão talhados em uma extensa parede de madeira no primeiro andar do edifício. Para os visitantes, a experiência de procurar suas raízes nesse ambiente é emocionante, aproxima as suas relações com a instituição e promove uma reflexão sobre os caminhos vivenciados por todos os que deixaram os seus locais de origem em busca de uma vida melhor.

Visando contemplar ainda mais histórias, incluindo as pessoas que vieram no passado e as que chegaram ao Brasil recentemente, o Museu convida o público a enviar a grafia e a pronúncia, por meio de áudio, do seu sobrenome para o número (11) 99246-3537, no WhatsApp, para participar de uma ação que irá ampliar a representação de mais famílias nesse espaço.

SERVIÇO
Museu da Imigração
Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca
Horário de funcionamento: de terça-feira a sábado, das 9h às 17h
aos domingos, das 10h às 17h
Informações: (11) 2692-1866
museudaimigracao@museudaimigracao.org.br

A inédita Batman 80 – A exposição já recebeu milhares de pessoas no Memorial da América Latina, mas ainda dá tempo de você ir conferir. Ela fica em cartaz até o dia 15 de dezembro de 2019.

A exposição é uma comemoração aos 80 anos do Batman, celebrados em vários lugares do mundo, e uma das cidades escolhidas para integrar esta programação oficial mundial foi São Paulo.

Quem nunca sonhou em atravessar as portas da Mansão Wayne, conhecer a Batcaverna e visitar o Asilo Arkham, o apartamento da Mulher-Gato e o covil do Coringa, numa experiência totalmente imersiva? Agora, na Batman 80 – A exposição os visitantes poderão conhecer os lugares mais famosos de Gotham City.

A exposição dos 80 anos do Homem-Morcego reúne cenografia, acervo com quadrinhos e outros itens raros, além de textos explicativos que contam a evolução e a importância de um dos personagens mais famosos do mundo. O acervo também inclui itens da coleção de Marcio Escoteiro, maior colecionador de Batman do país e um dos maiores do mundo.

Se você ainda não foi visitar essa é a sua oportunidade.

Local: Memorial da América Latina | Espaço Multiuso | Portões 8, 9 e 13
Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda

Ingressos:
Terça a sexta: R$ 35,00 inteira e R$ 17,50 meia
Sábados, domingos e feriados: R$ 45,00 inteira e R$ 22,50 meia

“Pardo é Papel” é o nome da nova exposição que o Museu de Arte do Rio e o Instituto Odeon apresentam, a partir do dia 26 de novembro, ao público. O evento de abertura terá entrada gratuita e contará ainda com performance musical dos rappers BK’ e Baco Exu do Blues nos pilotis, às 20h.

O jovem pintor carioca Maxwell Alexandre, morador da Rocinha, elabora uma reflexão sobre uma cor, fato mais do que recorrente na história da arte, que vê na forma e na cor elementos de sua própria linguagem. Porém, aqui, o pardo é ressignificado pelo artista, nos levando a outras direções.

O início de ‘Pardo é Papel’ remete a maio de 2017, quando o artista pintou alguns autorretratos em folhas de papel pardo perdidas no ateliê. Nesse processo, além da sedução estética potente, ele percebeu o ato político e conceitual que está articulando ao pintar corpos negros sobre papel pardo, uma vez que a “cor” parda foi usada durante muito tempo para velar a negritude.

Ao trazer essa itinerância, um museu como o MAR ratifica os modos, sensações e lugares com os quais nos interessa dialogar: a escola, a diversão, o museu, a laje, a sala familiar, a rua, a igreja. Tudo isso se apresenta nas pinturas do artista.

PARDO É PAPEL
De 26 de novembro de 2019 a março de 2020
Visitação de terça a domingo, de 10h às 18h (entrada até 17h).
Ingressos: R$ 20 (inteira e ingresso família aos domingos) e R$ 10 (meia entrada)
Entrada gratuita às terças-feiras.
Endereço: Praça Mauá, 5 – Centro, Rio de Janeiro/RJ

O MIS Experience, em parceria com a TV Cultura , convida o público para conhecer a exposição Leonardo da Vinci – 500 Anos de um Gênio. Uma experiência imersiva, que possibilita ao visitante  conhecer a vida e o legado de Da Vinci por meio de uma exclusiva galeria com projeções, capaz de promover uma experiência interativa inédita no país. A mostra fica em cartaz até março de 2020.

A mostra, considerada a investigação mais completa e detalhada sobre o trabalho de Leonardo da Vinci, apresenta 18 áreas temáticas que conta a trajetória do grande gênio renascentista e traz réplicas de máquinas desenhadas pelo artista italiano. Os visitantes terão uma experiência multissensorial com animações gráficas em alta definição, combinadas com um conteúdo multimídia e narrativa em áudio, o que permitirá ao público uma vivência divertida, educativa e esclarecedora a pessoas de todas as idades e interesses, sejam elas amantes de arte e da história. Os visitantes também terão a oportunidade de conhecer, pela primeira vez, a mente do homem que lançou as bases para algumas das invenções mais notáveis da sociedade moderna, como o helicóptero, o automóvel, o submarino, o paraquedas e a bicicleta.

Criada em parceria com o Museo Leonardo da Vinci, em Roma, e contando com a colaboração de diversos especialistas e historiadores da Itália e da França, a exposição é criada pela Grande Exhibitions, empresa sediada em Melbourne, na Austrália, com escritórios no Reino Unido e nos EUA.

Leonardo da Vinci – 500 Anos de um Gênio traz ainda os Segredos de Mona Lisa fica em cartaz no Mis Experience, em São Paulo/SP (Rua Vladimir Herzog, 75), até março de 2020 e pode ser visitada de terça a domingo.

130 anos de programacao da republicaEm comemoração ao 59º aniversário do Museu da República (comemorado no dia 11 de novembro), o público poderá conferir uma programação diversificada composta por inaugurações de exposições, saraus musicais, espetáculos teatrais e circenses, apresentação do coral do Museu da República, lançamentos de livros, a cerimônia de formatura da Rede Nami e a realização do Seminário “130 Anos da Proclamação da República: desafios e perspectivas”.

O seminário dos “130 Anos da Proclamação da República” é resultado de um trabalho colaborativo e interinstitucional. Dessa atividade, participaram a Casa Histórica de Deodoro, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e o Clube Militar, com o impulso inicial, mobilizador e curatorial da Igreja Positivista do Brasil e do Museu Casa de Benjamin Constant/Instituto Brasileiro de Museus.

Compõem o seminário temas como “A República e seus símbolos”, “Circuitos Históricos da República”, “130 Anos: Encontros e desencontros com a democracia”, “Seresta do museu, patrimônio da República”, “Panorama da Educação na República”, “O Império visto da República”, “Zombando do Império: republicanismo, abolicionismo e humor político nas páginas da Revista Illustrada (década de 1880)” e “130 Anos da criação da República e dos símbolos nacionais”, apresentados por pesquisadores e professores de museus e universidades.

O Museu da República está aberto de terça a sexta-feira, das 10h às 17h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h.

O Passaporte Cultural Caminhos do Brasil-Memória vai integrar 11 atrações do Centro histórico do Rio de Janeiro.

Para conhecer alguns dos museus e centros culturais mais interessantes do Centro Histórico do Rio de Janeiro, o carioca e o visitante contam com um motivo a mais: a gratuidade.

Para ter gratuidade no Palácio Tiradentes, Paço Imperial, Museu Naval, Museu da Justiça, Casa França-Brasil, Museu da Imagem e do Som, Museu Histórico Nacional, Igreja da Santa Cruz dos Militares, Centro Cultural Banco do Brasil, Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica e Centro Cultural dos Correios, e obter descontos em outros estabelecimentos é necessário retirar o Passaporte Cultural no saguão da entrada principal da Alerj ou nos museus e centros culturais do circuito.

Com o Passaporte Cultural “Caminhos do Brasil-Memória”, o visitante garante entradas gratuitas nas instituições participantes e descontos em vários estabelecimentos.

O Museu de Arte Sacra da UFBA convida o público para a exposição  “Ocaso – Aleijadinho, Arte e Fé”, do artista plástico Antonio Carvalho de Novaes.

A exposição apresenta telas inspiradas nas obras de Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, especialmente os 12 profetas esculpidos por ele em pedra-sabão e alguns personagens dos Passos da Paixão de Cristo, também de sua autoria.

O artista plástico Antonio Carvalho de Novaes reside em Feira de Santana e em 2017 viajou até a cidade de Congonhas/MG, onde fotografou as obras de Aleijadinho que serviram de base para elaboração das telas, aliando a técnica do pontilhismo ao óleo sobre tela.

Com a técnica utilizada, as obras adquiriram um realismo impressionante que se assemelham a uma fotografia.

A mostra fica aberta a visitação até 29 de novembro. O horário de visitação é das 10h às 17:30h.

O Museu de Arte Sacra da UFBA está localizado na R. do Sodré, 28 – Dois de Julho, Salvador/BA.

Em cartaz até o dia 17 de novembro no Museu de Arte Contemporânea do Ceará, a exposição “Linha de Costa” reúne fotografias, instalação de objetos, desenho, pintura e palavra em obras que discutem o avanço das marés em localidades da orla cearense e sua consequente destruição.

Após um ano de visitas às praias de Iparana, Pacheco, Icaraí e Taíba – no litoral oeste – e as praias de Balbino, Caponga, Presídio e Iguape – no litoral leste -, sob a curadoria de Bitu Cassundé, os artistas tecem narrativas que misturam dados científicos, memórias de anônimos, autobiografia, apropriação e fabulação.

Expandindo o espaço da galeria, a obra também se desdobra em uma galeria virtual em que os espectadores poderão fazer upload de fotografias, desenhos, pinturas e imagens diversas que componham suas memórias e experiências relacionadas às praias dialogadas na pesquisa dos artistas.

Serviço:
Abertura da exposição “Linha de Costa”
MAC – Museu de Arte Contemporânea do Ceará
José Avelino, 10 – Centro, Fortaleza/CE
Em cartaz até dia 17 de novembro de 2019

A mostra ‘OPA! Mostra de Curtas’ é destaque no Museu Amazônico, da Universidade Federal do Amazonas. Uma programação especial foi preparada para o dia 5 de novembro, data que se comemora o Dia do Cinema.

O público poderá conferir curtas-metragens que foram produzidos durante a ‘OPA–Oficina de Produção Audiovisual’.

Serão exibidos 10 filmes, fotos de bastidores, making offs e peças dos figurinos utilizados nas produções. A mostra é gratuita, com a presença dos diretores, atores e equipe técnica dos filmes.

A aberta acontece no dia 5 de novembro, às 19h, na área externa do museu, na Rua Ramos Ferreira, 1036 – Centro.

Close