O Museu da Chácara do Céu convida o público para conferir a exposição “Mundo”, especialmente criada para o público infantojuvenil.

Foram criados um livro de pano manuseável e  uma “passagem secreta” para uma área da exposição. O Rio de Janeiro de Castro Maya é mostrado por meio de fotografias e os visitantes poderão deixar sua mensagem escrita ou visual como parte da exposição. Pela primeira vez, o antigo baú de viagem de Castro Maya será exibido. Nele, há passaportes e guias de viagem.

Até o dia 16 de março de 2020,

Também fazem parte desta exposição, pinturas, desenhos, gravuras, fotografias, cerâmica, louça do Porto, livros e objetos pessoais de Raymundo de Castro Maya compõem um panorama abrangente a serviço da reflexão de temas como: o processo de conhecimento do mundo habitado, a exploração e/ou conservação dos elementos da natureza, os efeitos do tempo sobre o mundo ou que mundo teremos no futuro.

A exposição “Mundo” vai até o dia 16 de março de 2020. O Museu Chácara do Céu está localizado na R. Murtinho Nobre, 93 – Santa Teresa, Rio de Janeiro/RJ.

Confira as principais atrações para curtir a semana e o dia das crianças com atividades especiais.

Museu da Cidade do Recife

O Museu da Cidade do Recife está com programação em comemoração ao Dia das Crianças. Uma oficina gratuita de “pintura gigante” será promovida das 14h às 16h, neste sábado (12). Crianças de todas as idades e seus pais estão convidados a usar a criatividade e dividir os pincéis. A oficina será ministrada pelo arte-educador Emerson Pontes.

Museu da Cidade do Recife
Endereço: Forte das Cinco Pontas, bairro de São José.
Visitação: de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 16h.
Entrada gratuita.

Museu da Abolição

No próximo sábado, Dia das Crianças (12), às 13h, no Museu da Abolição, em Recife, vai rolar o Aguerézinho – O Festejo dos Contos, um evento que convida as crianças a desbravar o universo das tradições afro-brasileiras com muito protagonismo.

Esse ano com o tema: “Estórias no Colo das IYABÁS”, o evento reverencia a presença feminina nas tradições orais afro-brasileiras e na literatura infantil. O evento é idealizado pelo @cacandoestoria, em parceria com o Museu da Abolição.

Vai ser um evento com uma programação incrível, que contará com diversas presenças especiais, contação de história, yoga, turbantes, capoeira, brincadeiras, diversão e muita música. Participe, é GRATUITO!

Museu do Futebol

O Museu do Futebol oferece uma série de atividades gratuitas para as famílias curtirem juntas o Dia das Crianças: de feira gastronômica com comidas de estádio a uma edição especial de troca de figurinhas, a programação oferece várias oportunidades de aproveitar a data com brincadeiras e cultura.

Na área externa, haverá atividades recreativas como ping-pong, futebol de botão, pebolim, arco e flecha e oficinas de futmesa, tanto no sábado quanto no domingo. Dentro do Museu, acontecem visitas educativas incluindo passeio pelo Estádio do Pacaembu, tanto no sábado quanto no domingo, além de visita educativa à exposição “CONTRA-ATAQUE! As Mulheres do Futebol”, apenas no sábado

Praça Charles Miller, s/nº São Paulo, SP
Terça a domingo, 9h às 17h (visitação até as 18h)
R$ 15 | Meia entrada: R$ 7,50 | Entrada gratuita às terças-feiras

Museu Amazônico

A agenda teve início no início do mês e será encerrada no próximo sábado (12), com um dia inteiro de atividades voltadas ao público infantil e enfoque na popularização da ciência. Todas as atividades são gratuitas. As atividades do dia 12 de outubro serão realizadas no Palacete Provincial (Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro) e no Largo São Sebastião, também no Centro.

No Palacete Provincial, a programação será das 9h às 12h, e inclui atividades lúdicas com crianças sobre os fenômenos da ciência, jogo de memória (5 a 7 anos), trilha ecológica (8 a 12 anos), ‘Cineminha no Museu’ e visitação aos museus do Palacete: Imagem do Som, Pinacoteca, Sala de Arqueologia, Exposição Esculturas do Mundo, Museu Tiradentes e Museu Numismática.

Das 16h às 20h, será a vez de conferir a exposição ‘De olho no céu’, no Largo São Sebastião, que apresenta desenhos de crianças de 4 a 6 anos sobre o que elas sabem a respeito dos astros celestes e é resultado de uma pesquisa científica de Alexandra Nascimento de Andrade.

E, das 18h às 20h, o clube de astronomia irá proporcionar, mediante telescópios, um momento de observação do céu, uma atividade aberta a toda a família, crianças e pais.

Museu de Astronomia e Ciências Afins

Quem ficar no Rio de Janeiro neste feriado de 12 de outubro, não pode deixar de trazer a família para curtir o Dia das Crianças no Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST). São várias atrações gratuitas no sábado e no domingo para entreter os pequenos com atividades lúdicas de divulgação científica. No sábado, as portas serão abertas ao público a partir das 14h.

Museu de Astronomia e Ciências Afins  MAST. Mais informações em www.mast.br/museu
Rua General Bruce, 586 / Tel: 3514-5299 e 3514-5229.

Museu Oscar Niemeyer

O Museu Oscar Niemeyer (MON) terá diversas atividades voltadas ao público infantil nos dias 9, 12 e 13. A programação especial é em comemoração ao Dia das Crianças, celebrado em 12 de outubro, e tem como objetivo fortalecer a relação do Museu com esse público.

As atividades direcionadas especialmente ao público infantil também irão acontecer na quarta-feira (09) e no domingo (13). Nesses dois dias, das 11h às 17h, haverá oficina livre de “Produção de Bonecos” com a equipe do Setor Educativo do MON. As atividades, que vão desenvolver esculturas com papel e materiais reciclados, serão realizadas no Subsolo. Às 16h30, haverá visita mediada à exposição “O Mundo Mágico dos Ningyos”, que apresenta uma coleção inédita de bonecos japoneses.

Neste sábado (12) haverá diversas atividades no Salão de Eventos, localizado no vão livre do MON. Das 11h às 17h, estão programadas duas oficinas: de desenho, recorte e colagem e também de confecção de carimbos.

Trazida pelo Istituto Italiano di Cultura do Rio de Janeiro, a artista visual italiana Martina Merlini realizará instalações e encontros no Rio e em Niterói por ocasião das Jornadas do Contemporâneo, ação cultural anual que acontece na Europa.

No Museu Nacional de Belas Artes, a residência artística de Martina Merlini tem início nesta segunda-feira, 14 de outubro, e será materializada em uma instalação tridimensional, intitulada “Forma Temporal”. A obra será finalizada dia 19, sábado, quando será exibida a partir das 15h. A instalação da artista ficará em exposição na Sala Chaves Pinheiro até 1º de dezembro.

A vinda de Martina Merlini é um desdobramento de uma intensa ação cultural organizada anualmente em outubro pela Associação dos Museus de Arte Contemporânea da Itália (AMACI), e promovida pelo Ministério italiano das Relações Exteriores. “A busca pela forma” é o título escolhido para a série de iniciativas organizadas pelo Istituto Italiano di Cultura no Rio.

Em outra frente, a italiana Merlini vai se reunir com a artista brasileira Pânmela Castro para uma conversa sobre as respectivas experiências, especificamente sobre a arte dos grafites e das instalações in situ que aproximam o trabalho de ambas. O encontro das duas artistas vai acontecer na sexta-feira 18, às 15h, com entrada gratuita, no MNBA.

O Museu Nacional de Belas Artes está localizado na avenida Rio Branco, 199 – Cinelândia.

Fonte: museus.gov.br

Com uma programação especial, o Museu de Arte Sacra da Boa Morte comemora seus 50 anos nesta dia 4 de outubro. Entre as novidades, está o lançamento do website, a digitalização do acervo online, a atualização do Plano Museológico e o Plano de Gerenciamento de Riscos da instituição.

Localizado no Centro Histórico de Goiás, o Museu de Arte Sacra da Boa Morte possui uma construção em pau a pique e pedra de formato octogonal. Sua torre sineira externa possui um sino de som grave fundido em Goiás em 1785. Em 1921, um incêndio destruiu o altar, a sacristia e várias imagens de madeira do escultor Veiga Valle, considerado o “Aleijadinho goiano”.

Hoje, com aproximadamente mil peças, o acervo é composto de imaginária, prataria, mobiliário, porcelana, retábulos, indumentárias, gravuras e pinturas. Coroas, cálices, castiçais, tocheiros e lampadários dos séculos 18 e 19, peças de origem portuguesa e telas com temas religiosos completam o acervo. São obras sacras de vários autores, com destaque para o artista Veiga Valle.

Nos próximos meses, a equipe do Museu iniciará a restauração e higienização das obras do Veiga Valle, e a porta central do Museu será aberta, o que facilitará a visitação do público. Além disso, está sendo formatada uma nova expografia para o espaço e a comunidade terá acesso a peças nunca antes expostas, como os oito registros materiais das peças que sobreviveram ao incêndio de 1921, da antiga Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte.

O Museu de Arte Sacra da Boa Morte é aberto ao público de terça a sábado das 8:00 às 17:00 horas e domingo e feriados 8:00 às 12:00 horas. Seu ingresso é de R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia), estudantes, idosos e moradores da cidade são isentos.

Para comemorar seus 153 anos no dia 6 de outubro, o Museu Paraense Emílio Goeldi (Belém/PA) preparou uma agenda repleta de atividades para o público, com reinauguração, exposições e melhorias em todo o espaço físico para deixar a sua visita ainda mais intuitiva.

A mais aguardada notícia por todos que visitam o Museu é a volta do Aquário Jacques Huber, que reabre após uma reforma. O aquário público mais antigo do Brasil traz seis novas espécies para o público conhecer e uma surpresa: a exposição “Baleia à vista”. A nova exibição brindará os visitantes com informações de cinco das espécies de baleias que ocorrem na Zona Costeira da Amazônia.

A programação de aniversário ainda inclui a realização da Bioblitz Amazônia no Parque Estadual do Utinga, a apresentação dos criadores da loja do Café do Museu Goeldi reunidos na feira Amazônia Inspira, as animações do Programa Natureza e fatias especiais do Bolo de Flores.

O Parque do Goeldi, mais antigo do gênero no Brasil (tem 124 anos) e com coleções riquíssimas da fauna e da flora, ganha novas sinalizações até o final do ano, deixando o público ainda mais informado. Foram desenvolvidos painéis diretórios, placas de identificação, direcionais, de alerta e flamulas. Ao todo, serão mais de 200 placas que serão espalhadas nos 5,4 ha do Zoobotânico.

O Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) é o primeiro projeto nacional de estudo científico da Amazônia, e segundo museu de história natural mais antigo do Brasil. Fundado em 1866 por Domingos Soares Ferreira Penna, as pesquisas da instituição têm, ao longo dos anos, servido de apoio para gestores das três esferas, comunidades e empresas.

Veja a programação completa no site do Museu Emília Goeldi.

Com o objetivo de promover e democratizar o acesso aos acervos de importantes museus brasileiros, o Ibram lançou mais duas instituições na plataforma online, além de disponibilizar acervos riquíssimos de outros, possibilitando uma maior interação do público com o patrimônio ali preservado.

O Museu das Missões, no Rio Grande do Sul e o Museus Ibram Goiás ganharam um site com todas as informações necessárias, e também foram disponibilizadas online 92 peças sacras do acervo do Museu das Missões e 361 objetos do acervo do Museus das Bandeiras (GO).

Para se ter uma ideia, o acervo do Museu das Missões abriga uma das mais importantes coleções públicas de esculturas sacras missioneiras em madeira policromada da América do Sul e uma das coleções mais importantes nesse gênero. São oitenta e cinco esculturas sacras de tamanhos que variam entre dezessete centímetros e dois metros de altura. O acervo é formado também por artefatos de metais como sinos e bigorna e demais esculturas religiosas em arenito, somando um total de 92 objetos museológicos.

Já o acervo museológico do Museu das Bandeiras é composto por objetos da presença indígena, africana e portuguesa em Goiás. O acervo inclui objetos de arte sacra, mobiliário, vestuário, armamentos e utensílios domésticos. Majoritariamente, as principais matérias primas destes objetos são tecido, madeira, metal, pedra, cerâmica, madeira policromada, papel e couro. Esse conjunto de documentos representa uma das fontes de informação mais importantes sobre a administração pública da região Centro-Oeste durante o período colonial, imperial e republicano.

Agora é só você acessar e visitar, a hora que você quiser, a riqueza de acervo desses dois museus, sem sair de casa.

Mas nada impede de dar uma passadinha por lá neh?! \o/

Fonte: museus.gov.br

Como parte da 13ª Primavera de Museus, a Fundação Ema Klabin programou uma série de atividades sobre literatura de cordel. Os convidados poderão participar de oficinas, shows, saraus e contação de histórias, além de visitação ao acervo do museu. A entrada é gratuita!

De 25 a 29 de setembro, das 14h às 18h.

A Fundação Ema Klabin fica na Rua Portugal, 43 – São Paulo/SP.

A 13ª edição da Primavera dos museus está mobilizando centros culturais em todo o país até o dia 29 de setembro.

Com o tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”, a programação conta com atividades como debates, oficinas, ações educativas, saraus, exposições, exibições de filmes e mesas-redondas.

No Estado do Maranhão, museus e centros culturais já estão com a agenda cheia de atividades para receber o público.

Confira a agenda e programe-se:

CASA DE NHOZINHO
RUA PORTUGAL, 185 – PRAIA GRANDE
casadenhozinho@secma.ma.gov.br
(98) 3232-3446 (98) 3232-5621

23/09 – 16 às 18h/ 24 a 28/09 – 9h às 18h / 29/09 – 9 às 13h30
EXPOSIÇÃO – “As mulheres, o buriti e o artesanato em São Luís”
AÇÃO EDUCATIVA – Visitas mediadas à exposição
23/09 – PALESTRAS
“O Museu como lugar de memória”, 9h
“O Museu Casa de Nhozinho e sua abordagem sobre o cotidiano do Povo Maranhense”, 14h

CASA DO MARANHÃO
RUA DO TRAPICHE , S/N – PRAIA GRANDE
casama@secma.ma.gov.br
(98) 3232-6406 (98) 3232-6774

23/09 – 9h
MESA REDONDA – Abertura
24 a 28/09 – 9 às 18h/ 29/09 – 9 às 13h30
VISITA MEDIADA – “Museus por dentro, dentro dos museus”
24 a 28/09 – 9 às 18h/ 29/09 – 9 às 13h30
AÇÃO EDUCATIVA – Vivenciando o museu

MUSEU CASA HISTÓRICA DE ALCÂNTARA
PRAÇA DA MATRIZ, 7 – CENTRO
mcha@museus.gov.br
(98) 3337-1515

24/09 – 15h às 17h
PALESTRA – Palestra sobre segurança em museus.
25/09 – 14h às 16h
CONCURSO – Resultado do concurso “Alcântara sob traços, letras e texto”. Local: Casa do Divino
26/09 – 14h às 17h
VISITA MEDIADA – Museus por dentro dos museus: uma troca de olhares. Local: Museu Casa Histórica de Alcântara e Museu Histórico de Alcântara.
27/09 – 19h às 22h
VISITA MEDIADA – Evento comemorativo da 13ª Primavera dos Museus com visita noturna mediada pela equipe do Museu, mostrando as atividades desenvolvidas pela instituição. Palco para sarau poético.

MUSEU HISTÓRICO E ARTÍSTICO DO MARANHÃO
RUA DO SOL, 302 – CENTRO
acaocultural.mham@gmail.com
(98) 3221-4580 (98) 3232-8897

24 a 28/09 – 9 às 17h30/ 29/09 – 9 às 13h
EXPOSIÇÃO – Fotográfica: “Por Dentro da Câmera”
24 a 28/09 – 9 às 17h30/ 29/09 – 9 às 13h
EXPOSIÇÃO – Exposição “Azulejos do Maranhão”
24 a 28/09 – 9 às 17h30/ 29/09 – 9 às 13h
VISITA MEDIADA – Visitação pelo circuito expositivo

CENTRO DE CULTURA POPULAR DOMINGOS VIEIRA FILHO
RUA DO GIZ, 221 – PRAIA GRANDE
ccpdvf@outlook.com
(98) 3231-8166

26 e 27/09 – 14h30 às 17h30
MINICURSO – Museus Antropológicos e a museologia colaborativa: Experiências e dilemas na prática de representar “os outros”
Prof. Dr. Greilson José de Lima (UEMA)

A 13ª edição da Primavera dos museus começou no dia 23 e segue até o dia 29 de setembro. Com o tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”, a programação conta com atividades como debates, oficinas, ações educativas, saraus, exposições, exibições de filmes e mesas-redondas.

Em Recife, alguns museus e centros culturais já estão com a agenda cheia de atividades — muitas delas gratuitas — para receber o público.

Museu Cais do Sertão

Localizado no Bairro do Recife, no Centro, o museu recebe, das 14h às 16h desta terça-feira, 24, a apresentação da Confraria do Rosário, irmandade da cidade de Floresta que existe há mais de 200 anos e é formada por quilombolas. A programação no espaço também inclui ações educativas sobre a temática do sertão no contexto contemporâneo até quarta, dia 25, das 14h às 16h.

Instituto Ricardo Brennand

O espaço fica na Várzea, na Zona Oeste da cidade, e programou atividades como um festival com mágicos do Peru e da Espanha, encontro literário, e formação gratuita para profissionais de turismo. Entre outras ações, há a apresentação e leitura dos historiadores Marcelo Silveira e Ruth Gabino sobre obras das pinturas e postais do Porto do Recife.

Museu da Cidade do Recife

Até o dia 27, a ação educativa do projeto “Ligados no Ponto”, que transforma equipamentos turísticos em espaços pedagógicos, por meio de um conjunto de almanaques e atividades para estimular vivências didáticas nos museus, é uma das atrações da programação do museu localizado no Forte das Cinco Pontas.

De 23 a 29 de setembro acontece a 13ª Primavera dos Museus, temporada cultural promovida pelo Ibram. Com o tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”, nessa edição, museus de todo o país oferecem ao público atividades especiais, como visitas mediadas, palestras, oficinas, exibição de filmes e muito mais.

O Museu Paranaense preparou um agenda especial. Veja a agenda completa:

24/09 – 19h às 21h 
LANÇAMENTO – “O Olho de Curitiba”, apresentação do livro do fotógrafo Nani Gois sobre o Museu Oscar Niemeyer.

25/09 – 9h30 às 14h 
OFICINA – Laboratório de Museus. Oficina teórico-prática sobre museus e produção de exposições para participantes do Programa MON para Educadores. Duas sessões: 9h30-11h30 e 14h-16h. Com inscrição prévia.

25/09 – 10h30 às 11h30
VISITA MEDIADA – “Entrada Somente Para Pessoas Autorizadas”. Conheça espaços do Museu com acesso normalmente restrito aos visitantes. Vagas limitadas. É necessário realizar inscrição prévia (agendamento@mon.org.br).

25/09 – 14h  às 16h
VISITA MEDIADA – “Um Olhar Sobre As Exposições”, visita às exposições “Luz=Matéria” e “Retrate-si”, com a equipe do educativo, seguida de atividade prática. Com inscrição prévia:(41)33504468/agendamento@mon.org.br.

25/09 – 16h às 17h 
PALESTRA – “Acervo Museológico e Conservação- As atividades do Setor de Acervo e Conservação no MON”. Com inscrição prévia:(41) 3350 4468/agendamento@mon.org.br. Vagas limitadas.

25/09 – 11h às 17h 
OFICINA – “Museu dos Sonhos”. Oficina livre com a equipe do educativo. Recorte, colagem e composição tridimensional. Sem inscrição prévia. Para todas as idades.

29/09 – 14h30 às 16h30
VISITA MEDIADA – Um Olhar Sobre as Exposições, visita às exposições “Luz=Matéria ” e “Retrate-si”, com a equipe do educativo, seguida de atividade prática. Com inscrição prévia:(41)33504468/agendamento@mon.org.br.

29/09 – 11h às 17h
OFICINA – “Museu dos Sonhos”, oficina livre com a equipe do educativo. Recorte, colagem e composição tridimensional.Sem inscrição prévia. Para todas as idades.

Museu Paranaense
Rua Kellers, 289, São Francisco – Curitiba/PR
Visitação de terça a sexta-feira, das 9h às 17h30. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 16h.
(41) 3304-3300 | www.museuparanaense.pr.gov.br

Com o tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”, a 13ª Primavera dos Museus começa nesta segunda-feira, 23, com diversas atrações e atividades para o público.

O Museu do Palácio Rio Branco, no Acre, preparou uma programação especial durante toda a semana, entre elas ações educativas, visitas guiadas e mesa redonda. Veja a agenda completa:

23/09 – 15h às 17h
ABERTURA – Solenidade de Abertura da 13ª Primavera dos Museus.

24/09/ – 8h às 11h
VISITAÇÃO – Visita agendada com as escolas públicas estaduais e municipais.

24/09 – 14h às 17h
VISITAÇÃO – Visita agendada com as escolas públicas estaduais e municipais.

25/09 – 8h às 11h 
AÇÃO EDUCATIVA – Promoção de Ação educativa com o projeto” O museu vai a escola” montagem de exposição itinerante para atender as escolas de difícil acesso.
Local: Escola Estadual Rural de Ensino Fundamental e Médio Edgar Cerqueira.

25/09 – 14h às 17h 
AÇÃO EDUCATIVA – Promoção do projeto” O museu vai a escola”, montagem de exposição itinerante para atender as escolas de difícil acesso.
Local: Escola Estadual de Ensino fundamental e Médio Edgar Cerqueira.

26/09 – 19h às 21h 
MESA REDONDA – 1ª Reunião de grupo de trabalho sobre a implantação da Rede de Educadores de Museus do Estado do Acre. Participação de professores, servidores do Museu do Palácio Rio Branco e interessados.
Local: Teatro Hélio Melo-Memorial dos Autonomistas José Guiomard dos Santos.Avenida Getúlio Vargas, s/n praça dos Seringueiros – Centro.

26/09 – 8h às 11h 
AÇÃO EDUCATIVA – Promoção do projeto” O museu vai a escola”, montagem de exposição itinerante para atender as escolas de difícil acesso.
Local: Escola Estadual Rural de ensino fundamental Aracy Cerqueira de Meneses.

26/09 – 14h às 17h 
AÇÃO EDUCATIVA – Promoção do projeto” O museu vai a escola”, montagem de exposição itinerante para atender as escolas de difícil acesso.
Local: Escola Estadual Rural de Ensino Fundamental Aracy Cerqueira de Meneses.

O Museu do Diamante apresenta até o dia 28 de setembro a exposição “Bonecas que contam histórias”.

Por meio de bonecas que representam o cotidiano e a religiosidade de matriz afrodescendente (orixás), a mostra retrata a história das Abayomi, um povo que mesmo aprisionado/escravizado traz em si a resistência somada às suas crenças e valores, levando ao público uma reflexão histórica.

As bonecas são produzidas sem rosto e os corpos não são padronizados para manter a característica das Abayomi, que eram feitas da barra das roupas das africanas trazidas como escravas.

Os autores da mostra, Calebe Silva Ribeiro e Mariana Miranda, motivados por essa característica de luta em prol da resistência contra a violência de gênero, contra o racismo e contra a intolerância religiosa desenvolveram a exposição.

O Museu do Diamante está localizado na cidade mineira de Diamantina, na R. Direita, 14 – Centro. Está aberto de terça a domingo.

 

Close