Quem aí curte pesquisar sobre os segredos dos oceanos? Suas profundezas e mistérios?

Uma simples ação de pegar um peixinho aos 5 anos de idade transformou-se em uma coleção de grande porte exposta no Museu Oceanógrafo Univali, localizado em Piçarras/SC. Ele está entre os quatro principais acervos da história natural do Brasil.

Criado em 1987 o Museu Oceanográfico Univali tem como objetivo desenvolver coleções com o maior número de espécies marinhas, possibilitando a realização de pesquisas que representem o conjunto da biodiversidade do litoral brasileiro, além de divulgar o nosso patrimônio biológico marinho para o público em geral.

Em uma área construída de 4 mil m², os visitantes poderão conferir a maior coleção de animais marinhos do Brasil, bem como a maior coleção de conchas da América Latina. O projeto demorou cinco anos para ser montado por inteiro. A estrutura foi construída para ser moderna e intuitiva.

Para se ter uma ideia, o visitante pode conferir 200 mil animais, sendo que tubarões e arraias representam 10 mil espécimes, a maior coleção particular do mundo desta categoria. E também possui a maior coleção de tartarugas marinhas da América Latina.

Visitar toda a exposição é estar em um ambiente mágico, encontrar o mundo das águas. São 7 alas dispostas em um circuito que lembra um labirinto, nomeadas por cores, onde ficam dispostos por ordem dos organismos mais primitivos e antigos como esponjas, corais, moluscos e crustáceos, aos mais complexos e evoluídos, como os peixes cartilaginosos, aves, répteis e mamíferos marinhos.

Pra você que é fascinado pelo mar, acompanhe este episódio do Conhecendo Museus contando a história e mostrando este rico acervo do Museu Oceanográfico Univali.

Close