Você já imaginou visitar um local que reúne a história, os costumes, a arte, a cultura, a culinária, os valores e toda a alegria do povo Nordestino? Este lugar existe e é acessível a todos: estamos falando do Museu do Homem do Nordeste.

Localizado na cidade do Recife/PE, o museu foi fundado em 1979 pelo sociólogo Gilberto Freyre. Este é um museu antropológico, ou seja, ele fala sobre pessoas e tudo o que tem a ver com elas: seus hábitos, religiosidade, produção artística, lutas sociais e festas. Os nove Estados da região estão representados nos seus mais diversos aspectos.

O acervo é riquíssimo. São 15 mil peças de uma herança deixada por três antigos museus: o de antropologia, o de arte popular de Pernambuco e o do açúcar. Lá dentro, as muitas caras que compõem o Nordeste. Mas vale a pena ressaltar que este não é um espaço de obras-primas e objetos raros, em sua maioria as peças podem ser encontradas nas oficinas, ateliês, feiras de artesanato e mercados do Nordeste. Por isso o torna tão especial e valoroso.

Com certeza a identidade brasileira está representada neste museu. Nas paredes, há fotografias, pinturas, esculturas e roupas que dividem espaço com instrumentos musicais, com imagens que ilustram os orixás do Candomblé, o belíssimo Maracatu, o bumba meu boi, o vaqueiro do sertão, etc, lançando no visitante uma imensidão de estímulos, sensações, lembranças, perguntas e respostas e conhecimento.

E toda essa cultura está aberta à visitação do público, de estudantes e professores, com visita monitorada apresentando cada detalhe deste espaço valioso para o país e para o povo nordestino. Além disso, o museu possui um espaço cultural e uma lojinha com produtos artesanais que o público pode levar de lembrança para casa.

Neste programa, o Conhecendo Museus leva você ao Museu do Homem do Nordeste, um espaço cultural rodeado por história, arte, cor e alegria. Vale a pena conhecer.

Close