Ceará realmente é um estado para se amar! Tantas belezas naturais, praias belíssimas, povo acolhedor e muitos lugares fantásticos para se conhecer. E foi para lá que fomos para desvendar a história de uma fruta (que na verdade, é fruto) que tem muito o que ser contada, tanto que tem até um museu para chamar de seu. Estamos falando do Museu do Caju.

Para se ter uma ideia, dos 184 municípios do Estado do Ceará, 64 produzem o caju. O museu ocupa uma chácara com 25 tipos de árvores frutíferas, flores e três cajueiros-rei, além de outros da espécie anão precoce. É um universo de caju.

O Museu do Caju é o primeiro dedicado a essa fruta do mundo. Foi criado em 2007 e é um espaço de inclusão sócio cultural, ambiental e turístico e tem como principal proposta trabalhar o caju como instrumento de mudanças para o Ceará por meio da cultura, da culinária e do artesanato.

A chácara que abriga o museu possui 5 mil metros quadrados, mais quatrocentos de construção. O espaço possui a Casa-Grande, que abriga parte do acervo do museu, espaço para exposições temporárias, oficinas de culinária e uma loja de produtos fabricados pelos produtores de caju. Contém peças importantes que ajudam a contar e a resgatar a memória e a cultura do caju no Estado.

Quem visitar o museu vai conferir uma exposição com quadros de diversos artistas brasileiros que colocaram o caju como destaque em todas as obras, a exemplo de uma pintura de Carmem Miranda com o turbante cheio de cajus e uma pintura em relevo para deficientes visuais feita pela artista plástica cearense Lia Batista.

Também está à disposição do público uma maquete de uma fábrica de processamento da castanha de caju, uma biblioteca com centenas de livros (carinhosamente chamada de biblioteCaju) e um acervo digital com mais de 15 fotos. Além disso, o visitante pode participar de oficina de culinária e também levar para casa produtos derivados do caju.

O local que abriga o Museu do Caju é tão lindo e peculiar que é uma das últimas chácaras em extensão territorial no Estado do Ceará. Além disso, a casa grande é de alvenaria e possui um alpendre suspenso por colunas de madeira e o mais incrível de tudo: um cajueiro gigante protege a entrada ao formar galhos em uma espécie de túnel.

Que tal conhecer conosco o Museu do Caju?!

Close