A bela cidade de Blumenau, em Santa Catarina, nos reserva um passeio incrível pelo Museu de Hábitos e Costumes, que abriga um rico acervo sobre o universo do vestir-se, costurar, morar e viver da região do Vale Europeu, a partir do Século XIX.

Por meio de mobiliário, porcelanas, vestuário, utensílios domésticos, brinquedos, e centenas de outros objetos, a moda e os costumes dos moradores de Blumenau e região, durante o século XIX e início do século XX, são representados e valorizados no local.

Grande parte do acervo foi doado à Fundação Cultural de Blumenau pela Sra. Ellen Weege Vollmer, empresária blumenauense. Ela começou sua coleção guardando peças da família e depois recebendo objetos de outras pessoas. Foi assim que ela preservou mais de 5 mil itens. Em 2010 ela fez uma doação a Prefeitura de Blumenau, dando origem ao Museu de Hábitos e Costumes.

Ao visitar o museu, o visitante é levado a conhecer parte da história por meio dessas peças identificando hábitos e costumes em seus diferentes contextos históricos, culturais e sociais. É um espaço tanto para contemplação, como para pesquisa.

O Museu de Hábitos e Costumes está instalado em um casarão de 1898, que pertenceu ao Cônsul Alemão Gustav Salinger. A família Salinger residia na parte superior do prédio e o andar térreo abrigava o comércio de importação e exportação.

Na década de 1930 sediou o Banco Nacional do Comércio. De lembrança dessa época ainda existe o cofre forte, um espaço revestido com várias chapas de aço. Hoje é o espaço das exposições temporárias.

Nossa visita a este importante acervo e história você acompanha no programa Conhecendo Museus.

Close