Com o objetivo de preservar a cultura banto, a Associação São Jorge Filhos da Goméia criou o Museu Comunitário Mãe Mirinha de Portão. Através de atividades culturais que proporcionem a elevação da auto estima da comunidade localizada na cidade de Lauro de Freitas, no bairro Portão, crianças, jovens e adultos tem acesso a cursos de informática e capoeira, oficina de dança e oficina de percussão.

O acervo do museu é composto por objetos em ferro, prata, madeira, palha, tecido, papel e outros materiais. Esses objetos pertenceram à mãe Mirinha de Portão, aos projetos educativos e culturais da Associação São Jorge Filho da Goméia e também provenientes de outras instituições.

Em 2004 mãe Mirinha, mentora da associação, mais uma vez teve o seu trabalho reconhecido, no dia 15 de abril o Terreiro São Jorge Filhos da Goméia, onde está localizado o museu, foi tombado como Patrimônio Cultural do Estado da Bahia, através do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado da Bahia (IPAC), fruto do árduo trabalho de Mirinha desenvolvido durante anos.

O episódio do Conhecendo Museus – edição Museu Comunitário Mãe Mirinha de Portão dará a oportunidade ao telespectador de conhecer e se aprofundar na tradição afro.

Close